Home / Espaço do Médium / O couro comanda o ritmo do meu coração

O couro comanda o ritmo do meu coração

Toda vez que eu ia em algum terreiro eu ficava hipnotizado naquele que tocava atabaque, aquele instrumento sagrado para chamar nossas queridos orixás e queridas linhas de trabalho .
Eu não conseguia olhar para mais nada, aquele som pra mim era como se me chamasse, cada batida no couro comandava o ritmo do meu coração
Eu me apaixonei pela umbanda, pelo atabaque e toda sua magia.

Quando entrei  a primeira vez no Terreiro Caboclo Akuan, eu só queria subir e ficar junto com todos.

Pedi e comecei a fazer parte da corrente da Mãe Carol de Ogum, que me permitiu tocar do lado do meu irmão Gabriel, que já era parte da minha vida mesmo antes do terreiro e era meu parceiro aprendendo a tocar atabaque no fundo de um balde dentro de casa. 
Eu e Gabriel só conseguíamos sorrir, olhar um pro outro, realizados por estar fazendo aquilo, passando e sentindo toda aquela energia. 
 Cada entidade que chega e nos cumprimenta é uma emoção diferente, e muitas vezes eu não consigo segurar o choro de tanta alegria por estar fazendo parte da curimba da casa que eu escolhi.

Hoje eu sou ogã da casa, junto com o meu amigo e irmão Gabriel, fazendo parte de uma corrente com as pessoas que já eram especiais pra mim antes do terreiro pois chegamos em 6 pessoas para entrar no terreiro e também de todo resto da Família Akuan que nos recebeu e acolheu tão bem. 

A espiritualidade realizou um sonho que eu tinha de poder tocar para nossos guias, fazer o que meu coração se alegra e ajudando com o que posso dentro de nossa casa. 

Talvez eu não seja merecedor de tudo que tenho hoje pois tenho muito mais do que eu pensei um dia.
Eu só posso prometer que vou dar o máximo de mim sempre pela nossa casa, pela nossa família, pela nossa umbanda pés no chão, pelos nossos guias e orixás.

Vou sempre passar para o couro o que eu sinto dentro do meu coração.
Que seu ogã Kaian guie sempre a nossa engoma!
Que todos possam sentir  o quanto gostamos e temos amor por estar onde estamos.
Obrigada a Mãe Carol de Ogum por acreditar em mim e nos meus irmãos!
Saravá Seu Sete Ondas, chefe do nosso congá e obrigado pela oportunidade!
Saravá a todos da Família Akuan!

Eu amo fazer parte de tudo isso e amo o que eu sou quando estou com vocês!

Caique Ires Domingues – Ogã do Terreiro Caboclo Akuan – 03/02/2018

 

Deixe uma resposta