Home / Pretos Velhos

Pretos Velhos

Salve os Pretos e Pretas Velhas

Olelê meu Deus do céu que alegria

Os Pretos velhos não carregam soberbia

Meu Deus do céu isto aqui eu Preferia

A Estrela D´Alva no ponto do

Meio-dia

 

Eu vou plantar neste quintal

Pé de Pinheiro

Para mostrar como se quebra macumbeiro 2x

 

Olelê meu Deus do céu que alegria

Os Pretos velhos não carregam soberbia

Meu Deus do céu isto aqui eu Preferia

A Estrela D´Alva no ponto do

Meio-dia

 

Galo penacho bota macho na Campana

Neste terreiro galo velho não

Apanha 2x

 

2. Chora meu cativeiro

 

Chora meu cativeiro

Meu cativeiro, meu cativerá

Ora chora 2x

Preto velho que veio da Costa

Que venho de Congo,

Luanda e Guiné

Preto velho de Nossa Senhora

Vem no terreiro olhar filhos de fé

 

Chora meu cativeiro

Meu cativeiro, meu cativerá

Ora chora 2x

 

Preto Velho que gira na Angola

Que gira no Jeje, Banto e Nagô

Preto Velho de Nossa Senhora

Filho de Zambi ele é meu protetor

 

Chora meu cativeiro

Meu cativeiro, meu cativerá

Ora chora 2x

 

Preto velho aqui na terra trabalhou

Tanto trabalhou

Té q’um dia lá na Aruanda

Nossa Senhora o Abençoou

 

Chora meu cativeiro

Meu cativeiro, meu cativerá

Ora chora 2x

 

Pai Mathias

Os passarinhos cantam

Pai Mathias faz Oração

Ele vem benzendo seus filhos Saravando seus irmão

 

Pai Mathias é Preto velho

Vem trazendo o seu axé

Vem benzendo seus filhos

Saravando quem tem fé

 

 

Pai Guiné

 

É o vento que balança

A folha guiné

É o vento que balança a folha 2x

 

É, é, é Pai Guiné

É o vento que balança a folha 2x

 

 

Pai Tomás

 

Oh! Tomás, Oh Pai Tomás

Vem no terreiro, vem trabalhar

Filho de Zambi ele é filho de Oxalá

Oh! Tomás, Oh Pai Tomás

Vem no terreiro, vem trabalhar

Sua falange tem licença de Oxalá

 

 

Pai João de Aruanda

 

Ele é Preto

Ele é Velho

É Pai João de Aruanda

Ele vem nesse terreiro Saravá

Filho de Umbanda

Ele é sabido nesse terreiro

Pra Saravá esse Congá

 

 

Pai Ambrósio

 

Firma ponto minha gente

Preto velho vai chegar

Ele vem de Aruanda

Ele vem pra trabalhar

 

Saravá o Pai Ambrósio

Saravá, saravá, saravá

Ele chegou no terreiro

Ele vem nos ajudar

 

Pai Ambrósio

 

Chegou Pai Ambrósio, chegou

Para salvar os filhos de fé

 

Na Umbanda só se vence por amor

E ele vem na linha do Senhor 2x

 

 

Pai Joaquim

 

Que Preto é esse, ô Calunga

Que chegou agora, Calunga

È Pai Joaquim, ô Calunga

Que vem lá da Angola, Calunga

 

 

Pai João de Benguela

 

Nego está molhado de suor

Está feliz por que Deus o libertou

 

Oi sinhá, sinhá

Segura chibata não deixa bater

Faz uma prece pra nego morrer

Nego não quer mais sofrer 2x

 

 

Pai João de Mina

 

Em Mina tem um velho

Que caminha devagar

 

Chama Pai João

Vamos trabalhar 2x

Pai Lourenço de Guiné

 

Preto Velho

Vem com a folha verde na mão 2x

 

Vem benzendo os seus filhos

Saravando seus irmãos 2x

 

Pai Lorenzo é Preto Velho

Vem trazendo o seu Axé

Vem benzendo seus filhos

Com a folha de guiné

 

 

Pai Joaquim de Benguela

 

Pai Joaquim ê, ê Pai Joaquim ê, á

Pai Joaquim veio de Benguela

Pai Joaquim vem aqui trabalhar

 

 

Pai Jeremias

 

Canoeiro, canoeiro

O que traz nessa canoa

Trago Pemba, trago guia

Jeremias vem na proa

 

Canoeiro, canoeiro

O que traz nessa canoa

Trago Pemba, trago guia

E o rosário de Maria

 

 

Pai Chico da Luz

 

Ainda bem não era dia

Papai mandou chamar

Firma a cabeça meus filhos

Que tem Preto pra chegar

 

 

Pai Benedito

 

Pai Benedito veio de Angola

Pai Benedito veio de lá

Firma a cabeça pra Pai Benedito

Vir trabalhar neste Congá

 

 

Pai Benedito

 

Quem é aquele velhinho

Que vem no caminho andando devagar

Com seu cachimbo na boca

Pitando a fumaça e soltando pro ar

 

Ele é do cativeiro

É Pai Benedito ele é mirongueiro 2x

 

 

Pai Serafim

 

Pai Serafim vem no meio das flores

Olhando o céu beirando o mar

Ele é Preto Velho de Umbanda

Que vem de Aruanda para nós salvar

Pai Joaquim de Angola

 

Na aroeira de São Benedito

Santo Antonio mandou me chamar 2x

 

Pai Joaquim ê, ê Pai Joaquim ê, á

Pai Joaquim veio de Angola

Pai Joaquim vem de Angola Angola

 

 

Mestre Cipriano

 

Mestre Cipriano vai chegar agora

No Navio Negreiro

Com escravos de Angola

Veio com Bantos, Congos e Guinés

Trazer a Umbanda, a capoeira

A quem tem fé

 

 

Pai Congo

 

Pisa na linha de Congo

Meu filho, filho meu

Pisa na linha de Congo

Devagar filho meu 2x

 

Pisa na linha de Congo

Destemido filho meu

 

Pai Congo trabalha na Umbanda

Para lhe ajudar

Olha o Congo a girar

Rei Congo

Congo rei Congo

Maravilha é o Congo

Congo arué saravá

Olha o Congo

Está dizendo

Congo arué saravá

 

 

Pai Maneco

 

Ele Preto Velho

Preto sim senhor

Ele e Pai Maneco meu filho

Nego rezador

Ele tem chicote não pra revidar

Ele aponta uma estrela

Meu filho no reino de Yemanjá

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta